STREAMING

Estamos no momento do ‘streaming’ e isso está mudando a forma como assistimos TV e até preocupando grandes emissoras no mundo todo em questão de audiência. Para quem não ligou uma coisa com a outra, falamos dos serviços que disponibilizam, na internet, filmes e séries. Isso nos trouxe, ou nos apresentou algumas expressões e palavras novas. Maratonar, que ganhou expressividade recentemente com o sentido de assistir a vários episódios seguidos de uma série, vem de maratona, mas aqui a atividade é outra. Streaming, inclusive, é inglês e se refere à transmissão de dados que acontecem sem que eles sejam armazenados em seu computador ou celular e se dá em “tempo real” do provedor do serviço até sua casa, trabalho, escola. Serviços famosos de streaming são o Youtube e Netflix, dentre outros.

Cena do filme Clube da Luta.

Cena do filme Clube da Luta.

Ajude-nos com uma coisa: existem outras palavras ou expressões, que nós aqui no Brasil começamos a usar muito ou que só conhecemos depois de acessar estes serviços de streaming?

Compartilhe pelas hashtags #criemlp #educativomlp #educativoevcmlp.

‘VOTUM’

Aconteceram neste domingo, 02 de outubro, as eleições para prefeitos e vereadores dos municípios do país. Aqui no Brasil o voto é facultativo (opcional) a partir dos 16 anos e obrigatório a partir dos 18 anos, mas cada cultura tem seu sistema político e sua organização social.

A palavra voto tem origem no Latim ‘votum’, que era (e ainda é) uma promessa ou uma oferenda a algum deus, entidade ou pessoa. Além, claro, de significar o ato de votar, ou seja, escolher alguém entre vários para ocupar um cargo, uma posição.

Se você nos acompanha, sabe que a comunicação é uma ferramenta plural: formada por vários elementos como fala, gestos, posição do corpo, expressões faciais, local e contexto de comunicação. Neste contexto de eleições palavras vestem “roupas especiais” para terem outros sentidos, como santinho que, neste caso, é o panfleto de propaganda de um candidato e que é distribuído durante a campanha. Ah, durante o dia de votação o santinho é proibido, assim como qualquer campanha ou propaganda de qualquer candidato, isso é boca de urna.

Por falar em boca de urna, existem também aquelas expressões ou palavras que só ouvimos durante este período esta é uma delas.

Fique atento, podemos aprender sempre e em qualquer situação. Pense o seguinte: além das palavras e expressões comuns neste contexto, há alguma característica específica de comunicação que também fica bem evidente com as eleições. Pense nos diálogos, nas entonações de fala, nos discursos, nas promessas e nos votos que os candidatos fazem em busca de nossos votos. Nossa comunicação é composta por metáforas, ironias, comparações e diversas outras ferramentas. Peça ajuda para um conhecido, um amigo para o seu professor. E se você for professor, que tal abordar estas questões linguísticas que envolvem a o discurso, a retórica e a oratória com seus alunos?

Lembre-se de compartilhar suas descobertas e impressões pelas hashtags: #criemlp #educativomlp #educativoevcmlp.

VIDA LONGA E PRÓSPERA!

startrek

Conta pra gente aquela expressão popular de sua história preferida. Pode ser de um filme, um livro, ou qualquer outra fonte, talvez um videogame, um jogo de RPG. Sabe aquela expressão que se você disser somente quem também gosta daquela história vai entender? Esta é tão famosa que até virou um ‘emoji’: ‘vida Longa e próspera’! Para quem não sabe, esta expressão é de Star Trek.

Não esquece, compartilhe com a gente nestas hashtags, dizendo a expressão e de onde ela surgiu: #criemlp #educativomlp #educativoevcmlp.

Olha essa outra: ‘é leviosa, e não leviosá’, sabe de onde onde é?

Delação Premiada!

delacao-premiadaIncrível como você, falante de Língua Portuguesa, é ligeiro. Basta alguma coisa acontecer por aí e você já tem isso na ponta da língua. Às vezes até exagera um pouco fazendo piada com o que não deveria, mas como dizem alguns: “bom senso, cada um tem o seu” (grifo nosso). Enfim, o que queremos dizer mesmo é que se algo está em evidencia seja nos noticiários, nos filmes, nas novelas, você vai brincar com isso e transformar este acontecimento social em gíria,  expressão, meme, gif. Quem sabe até tudo junto e misturado. Isto demonstra uso da comunicação, afinal não criamos com o que não conhecemos. Pensando bem, isso não é tão incrível assim, pois se falamos e nos comunicamos, evidente que temos a capacidade de criar com a língua. Pense nisso

Junta aqui para tirar uma selfie!

selfie_casadocristo_camilamarques

        Foto: Camila Marques

Selfie? Sim, essa é uma palavra que vem do inglês, um neologismo com a origem self-portrait, que significa autorretrato.

Normalmente chamamos de selfie aquela foto compartilhada na internet e nas redes sociais, tirada pela própria pessoa que aparece na foto, com uma câmera frontal.

A selfie é um verdadeiro fenômeno global. E essas tendências são uma amostra da relação entre tecnologia, comportamento e linguagens.

Além da selfie, usamos o nosso cotidiano outros termos em inglês sem fazer tradução para o português.

Você já imaginou se para usá-los tivéssemos que fazer sempre uma tradução desses termos? Como será que ficariam as nossas frases?

Vamos-lá eu começo jogo e vocês terminam daí.

“Hoje fiz minha melhor make, e fiquei parecendo uma popstar, vou tirar uma selfie e postar na minha timeline, as que não ficarem top eu vou deletar.”

“Hoje fiz minha melhor maquiagem, fiquei parecendo uma estrela pop, vou tirar um autorretrato com minha câmera frontal e publicar na minha linha do tempo, as que não ficarem maravilhosas vou apagar.”

Ufa! Consegui, agora é sua vez. Colocamos alguns exemplos abaixo, mas você pode pensar em outras que costuma usar com frequência e fazer sua própria frase. 

E-MAIL – correio eletrônico           SHOPPING – centro de compras

DELIVERY- entrega                          MAKE – maquiagem

SCANNEAR- digitalizar                     OFF – fora, por fora

TOP – maravilhoso, a/o melhor        LOOK – modelito, roupa

DOWNLOAD – baixar, descarregar    FITNESS – em forma

Não esquece, compartilhe com a gente nestas hashtags: #criemlp #educativomlp #educativoevcmlp

Quantas palavras da Língua Portuguesa você conhece?

Vamos fazer um teste rápido? Responda o que significa:

ÓSCULO

PIPAROTE

DECURIÃO

MERALGIA

 Difícil? Certo, vamos consultar um dicionário e ver o que cada uma significa?

ÓSCULO é beijo, uma palavra que quase não é mais usada, assim como PIPAROTE, que é um “peteleco”  na orelha. Já DECURIÃO foi um cargo político na antiga Roma e MERALGIA é o nome da dor que dá na coxa.

Engraçado, mesmo para falantes de Língua Portuguesa, essas palavrinhas são um pouco incomuns, não é? Isso acontece porque em uma língua viva, ou seja, falada e usada constantemente para comunicação, algumas palavras “saem de cena” e dão lugar a outras novas. Às vezes essas novas palavras nascem como gírias de um grupo específico, surgem como um neologismo (palavra criada) em uma música, livro ou filme ou até mesmo como um bordão de um personagem ou personalidade famosa. Aí, as pessoas vão falando, reproduzindo e pronto, entra de vez no repertório da língua, inclusive nos dicionários (isso demora um pouco mais).

Este mês, um dos mais importantes dicionários de Língua Inglesa incluiu em sua lista de verbetes algumas palavras que já caminhavam na boca de seus falantes e virou notícia. Pensando nisso, quais palavras faltam em nossos dicionários? O que tem sido dito pelos brasileiros e que ainda não faz parte dos dicionários?

          QUALÉ ?                                                    PARÇA ?

                   PIRIGUETE ?

                                           MEME ?                                              VÉI ?

Se uma palavra não está no dicionário isso não quer dizer que ela não exista. Para alguns estudiosos, se uma palavra foi dita ela já existe, mas se ela não comunica, pode não ter muita função, não é mesmo? Portanto, deixamos dois desafios:

Primeiro: faça uma lista de palavras que você escuta ou lê por aí e busque nos dicionários o seu significado. Um mundo se abrirá diante de você e isso pode até virar um jogo interessante entre seus amigos. Se você fizer isso com algumas pessoas de outras gerações, vai achar interessante como algumas delas já foram muito comuns. Anote significados, usos, épocas em que foram mais usadas. Depois compare isso com os dicionários.

Segundo: faça outra lista, agora com palavras atuais, gírias, etc. e pergunte a muita gente o que elas entendem que cada uma delas significa e assim você vai montando um “dicionário” de palavras novas. Veja o que bate e o que não bate, tente saber onde surgiram, como começaram a ficar populares, onde são mais comuns e como cada uma chegou a até você e seus ‘entrevistados’.

CURIOSIDADE:

Ah, na lista de palavras ou expressões novas, incluídas no dicionário Oxford, está ‘Oompa Loompa’, do filme A fantástica fábrica de Chocolates.

PARA SABER MAIS: 

Oxford English Dictionary

Folha

Veja

Cineclick

Na língua dos emojis

E a palavra que está na ponta da língua nos últimos tempos não é bem uma palavra e sim um emoji!

Emoji literalmente é um pictograma (imagem), mas a palavra é formada pela junção dos termos em japonês:

E= imagem + MOJI = letra.

Os emojis são muitos utilizados nas mensagens eletrônicas e representam em imagens as emoções.

É curioso é perceber como nossa comunicação surpreende e utiliza diversas ferramentas. Nas nossas conversas pelo celular ou na web podemos substituir palavras por emojis para dar um sentindo mais “intenso” daquilo que estamos querendo comunicar.

Isso possui um impacto tão forte na nossa língua que no último ano, o Dicionário Oxford de língua Inglesa, elegeu como palavra do ano o emoji “Rosto Lágrimas de Alegria”, e é a primeira vez que um pictograma entra para o dicionário. O rostinho ganhou seu espaço no dicionário pelo fato de ser a “palavra” mais usada nos últimos tempos.

tearsofjoy

Emoji Tears of Joy / Lágrimas de Alegria

Agora, mostre para gente seu talento em emojis e tente adivinhar os ditados populares abaixo:

charada_pl1 charada_pl2

Você pode deixar sua resposta nos comentários ou com as hashtags#criemlp #educativomlp #educativoevcmlp

Fofoca aí!

Segundo alguns estudos a palavra fofoca é de provável origem africana. O uso da palavra fofoca no vocabulário brasileiro só não é mais antigo que os sinônimos fuxico e mexerico, mas circulando no português do Brasil também temos: boato, intriga, falatório, especulação, futrica, ti ti ti, disse me disse.

Dentre os significados da palavra o mais comum é: aquilo que se comenta em segredo sobre a vida de alguém!

Falar da vida dos outros é uma prática antiga da humanidade, na antiguidade era comum fofocar com os companheiros sobre os pontos fracos dos adversários. Hoje em dia não nos faltam motivos para falar da vida alheia e para os fofoqueiros de plantão qualquer um serve: O casamento acabou; a roupa estava curta; o tombo em praça pública; a vizinha que chegou tarde ou namorado novo da tia.

A verdade é que a gente adora ouvir e contar histórias, seja qual for o assunto a fofoca ta na ponta da língua, elas podem ser um bom ponto de partida para criarmos uma história, um conto. Muitos autores se alimentam de fatos do cotidiano para criar suas histórias. Escolha uma fofoca que ouviu nos últimos tempos e crie uma história, conto ou crônica. Ah! Só não vale copiar a história, sem criar e lembre-se de mudar o nome dos personagens, para não expor as pessoas.

Não se esqueça de compartilhar com a gente usando: #criemlp #educativomlp #educativoevcmlp

Soltando o verbo

Você já deve ter notado a surgimento de novas palavras em nosso vocabulário. Muitos desses neologismos, tem sido incorporados em nossa língua com o uso das redes sociais, um meio que tem facilitado a troca de palavras e expressões usadas em diferentes locais, inclusive de diferentes partes do mundo.

As palavras “hackear” e “trollar” por exemplo, surgem do inglês “hack” e “troll”, mas agregados ao sufixo -ar em nosso idioma se transformaram em novos verbos. O mesmo aconteceu há alguns anos com o verbo “deletar” que veio da palavra inglesa “delete”.

Outra palavra que ainda é muito difundida em conversas com amigos, é o verbo “bombar”. Ao contrário da conotação negativa que tinha quando alguém “bombava” de ano, adquiriu o sentido de uma coisa ou lugar que está cheio ou fazendo muito sucesso.

Você se lembra de outros neologismos que estão bombando nas redes sociais? Conhece a história dessas palavras?

Compartilhe com as #criemlp  #educativoevcmlp #educativomlp